Ilha do Campeche Floripa Up

Análise das condições climáticas para a prática do SUP

Nesse momento que estamos impedidos de compartilhar nossos conhecimentos através dos passeios de SUP, vamos pegar esse limão e fazer uma limonada.

O plano é continuar compartilhando nossos conhecimentos, só que agora vamos fazer isso através de vídeos e sites que vamos ensinar a usar.

Nesses vídeos você vai aprender sobre análise das condições climáticas, geográficas e atitudes para a prática segura do Stand Up Paddle.

Quando entramos no mundo dos esportes aquáticos ou dos esportes praticados ao ar livre, logo percebemos a necessidade de obter conhecimentos sobre os elementos naturais que envolvem a prática. No caso do SUP, quando aprendemos a analisar a previsão climática e a geografia do local da remada, nos tornamos capazes de planejar e realizar uma remada com segurança.

Para fazer um passeio seguro de SUP não é só pegar a prancha, remo, leash, colete salva-vidas e sair remando por aí. Você precisa ter informações sobre a geografia do local e saber qual é a previsão climática para o dia e horário da remada.

Quando falamos da condição climática, estamos nos referindo à análise da previsão do vento, tempo, mar e maré.

  • VENTO: precisa saber qual é a direção, velocidade normal e velocidade da rajada. Também é importante saber qual é a progressão da direção e velocidade durante o tempo da remada.

Foto da SUP Trip Downwind Lagoa da Conceição. Esse roteiro é realizado remando a favor do vento. Aproveitamos a força do vento para pegar uma carona e atravessar a Lagoa da Conceição.

  • TEMPO: por favor não seja o tipo de pessoa que só quer remar quando têm sol, nós entendemos que o dia ensolarado deixa a natureza mais colorida, mas não podemos esquecer que remar em dias nublados faz o corpo cansar menos.

    Seja um remador raiz se o dia estiver mais frio, é só usar uma roupa em neoprene e o nosso conforto térmico fica garantido.

    Nos dias com previsão de chuva não estamos impedidos de remar, praticamos um esporte aquático então se molhar não é problema! Se começar a chover durante a remada, é só ficar atento na incidência de raios e sair da água assim que eles começarem.

  • MAR:  quando o passeio é realizado em águas abertas precisamos ter conhecimentos sobre os aspectos que envolvem o mar. Você precisa saber qual é o tamanho das ondas, direção e o período da ondulação.

Foto da SUP Travessia Ilha do Campeche. Esse roteiro precisa ter um planejamento cuidadoso de acordo com a previsão do vento e do mar.

  • MARÉS: para remar em lugares que sofrem influência das marés, você precisar ter conhecimentos sobre o horário da troca das marés e planejar o trajeto de acordo com a variação entre a maré baixa e cheia. Também é importante saber qual é a fase da lua para não remar em dias com muita força de maré (correnteza).
SUP Trip Canal da Barra

Foto da SUP Trip Canal da Barra. Esse roteiro precisa ser planejado de acordo com o horário da troca das marés e a fase da lua. O plano é não precisar remar contra a maré e o vento ao mesmo tempo.

 

Cada local possui diferentes aspectos que precisam ser considerados.

Quando realizamos o roteiro SUP Trip Lagoa do Peri – Cachoeira da Gurita o principal aspecto que levamos em conta é o vento.

Na SUP Travessia Ilha do Campeche  analisamos a previsão do vento e das condições do mar.

Na SUP Trip Canal da Barra ou na SUP Trip Farol de Naufragados levamos em conta os aspectos que envolvem o vento, mar, troca da maré e fase da lua.

  Acompanhe todos os episódios no nosso Instagram, Facebook ou no canal do Youtube  e aproveite esse período da quarentena para aprender sobre os aspectos que envolvem a segurança de uma remada.
 

Quando o período da quarentena passar você vai se sentir muito mais à vontade no mundo do Stand Up Paddle.

       

Compartilhe